segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Quanto tempo faz? Não sei. Não importa se passaram milênios, anos, horas, segundos. Não me importa se estou em maio ou dezembro, se chove ou se faz sol. O passado e o futuro não me interessam. Eu não uso relógio, nunca sei a hora certa. Só sei que hoje acordei e pensei em você. O tempo me pareceu vago. Não sei se você existe. Não sei se você se inventou e apareceu sorrindo na minha sala pequena e alguma hora eu vou acordar e você vai sumir. Não agora. Quero continuar te olhando. Olhando esses olhos lindos. Olhos que me olham e não prometem. Eu não quero promessas. Promessas criam expetativas e expectativas borram maquiagens e comprimem o estômago. Não,não e não. Eu não quero dor. Eu não quero olhar no espelho e ver você escorrer, manchando meu rosto bonitinho. Eu quero me enganar e te amar. Até acordar.
créditos

2 comentários:

Ben Oliveira disse...

Muito bom o seu post!
Você escreve muito bem...
Então, to seguindo o seu também
se quiser dá uma passada no meu outro blog: http://www.benoliveira.blogspot.com

Guilherme Augusto disse...

Belíssimo!!!
O amor nunca será apenas uma palavra de quatro letras.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...